Logotipo da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro Logotipo do Facebook Logotipo do Twitter Logotipo do Instagram Logotipo do YouTube

PCERJ em Ação

Sepol desarticula esquema de tráfico de animais na Baixada

Fotos: Divulgação

ASCOM - Assessoria de Comunicação
08/10/2019 19h44 - Atualizado em 08/10/2019 19h44

A Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol), por meio dos Departamentos Gerais de Polícia da Baixada (DGPB) e Interior (DGPI), realizou, nesta terça-feira (08/10), uma operação conjunta para desarticular um esquema de tráfico de animais da fauna silvestre nacional. Em um sítio no bairro Barbuda, em Magé, os agentes resgataram 250 aves que estavam dentro de uma casa abandonada com telas nas janelas.

A investigação apontou que os animais eram capturados em Rio Bonito, no Interior do Estado e levados para o sítio na Baixada, onde ficavam acondicionados aguardando a venda. Ainda segundo o apurado, devido as condições insalubres do ambiente, cerca de 30 aves teriam morrido.

No local os policiais encontraram ainda algumas gaiolas com pássaros pequenos, a grande maioria já morta. O responsável pelo imóvel confessou que aprisionava os animais e foi autuado nos crimes previsto nos artigos 29, § 1º, III, e 32, § 2º, da Lei nº 9.605/98.

A ação foi realiza por agentes da 65ª DP (Magé), 66ª DP (Piabetá) e 119ª DP (Rio Bonito).