Logotipo da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro Logotipo do Facebook Logotipo do Twitter Logotipo do Instagram Logotipo do YouTube Player

Notícias

Receptador é preso em Barra do Piraí

Fotos: Divulgação

ASCOM - Assessoria de Comunicação
03/08/2017 20h29 - Atualizado em 03/08/2017 20h29

Policiais da 88ª DP (Barra do Piraí), prenderam em flagrante, nesta quarta-feira (02/08), o empresário, Leonardo Cardoso Moreira, por receptação qualificada.

De acordo com informações, os agentes procederam até o comércio situado na Rua Dr. Clodovil, Centro, Barra do Piraí, mais precisamente no estabelecimento comercial denominado "Barra Festas" a fim de averiguar uma denúncia anônima dando conta de que no local estariam sendo vendidas fraldas descartáveis da marca “Babysec” por preço abaixo do praticado no mercado e que seriam de origem ilícita, oriundo de uma carga roubada.

No local, a equipe fez uma inspeção visual e constatou uma pilha de fraldas da citada marca expostas à venda no salão da loja ostentando o preço de R$9,90, ocasião em que chamaram o gerente do local, Rhuan Leal Tavares e o inquiriu sobre o teor da denúncia, bem como da procedência da carga. O gerente disse não possuir a nota fiscal da mercadoria e desconhecer a origem, haja vista que havia sido seu patrão de nome Leonardo quem tinha deixado a mercadoria na loja para ser vendida. Logo depois, os policiais conseguiram entrar em contato com Leonardo determinando que se apresentasse para explicar como e de quem havia adquirido as fraldas.

Desconfiados, os policiais visualizaram o sistema de monitoramento por câmeras (CFTV) da loja e puderam observar que a entrada da mercadoria na loja começou nos dia 29 e 31 de julho. Leonardo, ao se apresentar, confessou aos policiais que não possuía nota fiscal e que havia adquirido a carga, na quarta feira (27/07), de um homem que não conhece, que estava numa Pick-up com as fraldas expostas à venda numa rua atrás da Central do Brasil, no Centro do Rio de Janeiro, pelo valor de R$600,00 (seiscentos reais)

O receptador, embora tendo estranhado o valor muito baixo do produto e que poderia estar adquirindo uma carga roubada, pensou apenas que estaria fazendo "um negoção" e que estaria levando muita vantagem.

Os policiais entraram em contato com a empresa fabricante das fraldas que disseram que foram vitimas de roubo de carga, ocorrido na manhã do dia 27 de julho, na cidade de Paracambi. A carga era avaliada em 45 mil reais.