Logotipo da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro Logotipo do Facebook Logotipo do Twitter Logotipo do Instagram Logotipo do YouTube

Notícias

Operação da Polícia Civil prende criminosos  e apreende armas e drogas no Complexo da Maré

ASCOM - Assessoria de Comunicação
13/06/2017 19h31 - Atualizado em 13/06/2017 19h31

Duas pessoas foram presas durante operação desencadeada, na manhã desta terça-feira, por policiais da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), em conjunto com agentes da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE), nas comunidades Nova Holanda e Parque União, no Complexo da Maré. 

Durante a ação, William Carlos Costa Machado, 20 anos, trocou tiros com agentes da DCOD. No confronto, o bandido foi baleado e socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu no hospital. Com ele foram apreendidos um fuzil Colt, calibre 5.56 mm, carregadores. munições e uma mochila com diversas drogas ilícitas. 

Segundo as informações, Jandson Josué da Silva Belizário, 24 anos, também foi baleado e socorrido para o Hospital Geral de Bonsucesso. O criminoso foi preso e se encontra sob custódia no hospital.

Outro traficante, Bruno Braga de Freitas, 26 anos, também foi baleado no confronto. Ele foi socorrido por traficantes para um hospital particular, onde foi preso e se encontra sob custódia. Contra ele consta mandado de prisão preventiva pelos crimes de tráfico e associação para o tráfico de drogas. 

De acordo com as investigações,  Bruno é comparsa de Alexandre Carlos Ferreira do Nascimento Junior, conhecido como Mudinho ou MD. A dupla usava motos para praticar roubos.

Todos os presos são suspeitos de praticar uma série de roubos de carga na cidade e foram presos em flagrante pelo crime de tráfico, associação para o tráfico de drogas e porte ilegal de arma de uso restrito. 

Na ação foram apreendidos dois fuzis, calibre 5.56 mm, 12 carregadores de fuzil de diversos calibres, cerca de 7.500 pinos contendo cocaína, 2.800 “sacolés” de maconha, 50 quilos de maconha, 14 quilos de pasta base de cocaína, 5 quilos de crack, oito rádios comunicadores, material de endolação e cadernos com a contabilidade do tráfico.