Logotipo da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro Logotipo do Facebook Logotipo do Twitter Logotipo do Instagram Logotipo do YouTube

PCERJ em Ação

Duas mulheres presas por favorecimento pessoal

Fotos: Divulgação

ASCOM - Assessoria de Comunicação
11/05/2019 13h12 - Atualizado em 11/05/2019 13h12



Policiais da Delegacia de Homicídios (DH / Capital) autuaram as duas mulheres que foram flagradas ontem, por policiais civis da CORE, escondendo o criminoso Dionísio Vieira da Cruz, conhecido como “Nisinho”, em sua residência.
Segundo a delegada Cristiane Carvalho, Lucimar Pereira, 49 anos, e Cíntia Pereira da Silva, tia e prima do criminoso, respectivamente, foram presas pelo crime de favorecimento pessoal.

A delegada explica que responde por este crime a pessoa que auxilia,esconde ou abriga criminoso a subtrair-se à ação da polícia para prendê-lo.

Ainda segundo Cristiane, com o criminoso foi arrecadada uma pistola calibre 9mm, origem Turca, de circulação proibida no Brasil.

Contra “Nisinho” havia cinco mandados de prisão por diversos crimes. Dois deles pelas mortes dos policiais Fabiano Besada, policial civil, ocorrida em 2016, no Méier, e Anderson Azevedo Galvão, capitão da PMERJ, ocorrida há poucos dias, em Jacarepaguá.