Logotipo da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro Logotipo do Facebook Logotipo do Twitter Logotipo do Instagram Logotipo do YouTube

PCERJ em Ação

Agentes da Delegacia de Imbariê e PMs prendem cabo do BPVE e um homem que integravam grupo de milicianos da Baixada

Fotos: Divulgação

ASCOM - Assessoria de Comunicação
13/09/2018 17h13 - Atualizado em 13/09/2018 17h13

Agentes da 62ª DP (Imbariê), com apoio da Corregedoria da PM, realizaram, na manhã dessa quinta-feira (13/09), na Vila Ema, em Imbariê, na Baixada Fluminense, a Operação Rhea, onde foram presos dois integrantes de um grupo da milícia: Elvis de Sena da Silva e o cabo PM do BPVE, Marcelo Nicolau de Carvalho.

De acordo com os policiais, outros três envolvidos já haviam sido presos em junho desse ano por extorsão aos comerciantes da região: Wendel Souza dos Santos, Cristiano Macedo Nogueira Nunes e Benilson Souza Mendonça Conceição.

Rhea é o nome científico da ema, uma alusão a Vila Ema, área de atuação da referida milícia privada. No total foram decretados 12 mandados de prisão preventiva por extorsão, milícia privada e roubo para os cinco indiciados em diversos inquéritos instaurados na Distrital.

Nos inquéritos policiais foi apurado que os milicianos tinham outros membros, todos integrantes de um grupo de WhatsApp denominado ¨Minha casa, minha vida”, que foi utilizado para marcarem uma reunião, ocorrida no último mês de junho.

Naquele encontro ficou acertado que Elvis iria gerenciar a milícia privada que seria liderada pelo cabo da PM, enquanto, os demais realizariam o patrulhamento da área e cobrança de taxas dos comerciantes. Eles também praticavam roubos de veículos para aumentar o lucro da quadrilha.