Logotipo da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro Logotipo do Facebook Logotipo do Twitter Logotipo do Instagram Logotipo do YouTube

Notícias

Coinpol realiza operação contra o jogo do bicho

Fotos: Divulgação

ASCOM - Assessoria de Comunicação
15/05/2018 14h28 - Atualizado em 15/05/2018 14h28
por Camila Donato

Na ação quatro policiais civis e um agente penitenciário foram presos


A Corregedoria Interna da Polícia Civil (Coinpol) realizou, na manhã dessa terça (15/05), segunda fase da Operação Alçapão para cumprir mandados de prisão contra agentes públicos acusados da prática de jogo de bicho, formação de quadrilha, corrupção e lavagem de dinheiro. Na ação quatro policiais civis e um agente penitenciário foram presos. Os mandados foram cumpridos no Rio, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense e em Itaboraí, na Região Metropolitana.

Segundo a Coinpol, a Operação Alçapão visa o combate aos capos e o topo da pirâmide das organizações criminosas que exploram o jogo do bicho e máquinas caça níquel, e não apenas os anotadores e apostadores do jogo ilegal.

Na primeira fase da operação, realizada em junho de 2011, os agentes cumpriram dez mandados de prisão e dezenas de busca e apreensão contra policiais civis, um advogado e um agente penitenciário. Ainda na primeira fase foram apreendidos duzentos e dez mil reais em dinheiro escondido dentro de uma mala no topo de uma árvore, veículos de luxo, anotações e contabilidades dos jogos, armas de fogo e munições. Ficou comprovado que agentes policiais recebiam mais de dez mil reais para não investigar e reprimir esse tipo de crime.