Logotipo da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro Logotipo do Facebook Logotipo do Twitter Logotipo do Instagram Logotipo do YouTube

Institucional

Homenagem do chefe de Polícia pelos 210 anos da Polícia Civil

Fotos: Divulgação

ASCOM - Assessoria de Comunicação
10/05/2018 15h19 - Atualizado em 10/05/2018 15h27
por Camila Donato

Os 210 anos de orgulho da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro

A história da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro (PCERJ) está ligada à própria história do país.

Em 1808, quando a Família Real chegou ao Brasil, transformado na época em Reino Unido de Portugal, Dom João VI criou várias instituições de grande relevância nacional: Jardim Botânico, Banco do Brasil, Biblioteca Nacional, entre outras instaladas na então capital.

Em 10 de maio, o príncipe regente criou a Intendência Geral de Polícia da Corte, nomeando como intendente Paulo Fernandes Viana. Nascido no Rio, ele foi encarregado de reorganizar os serviços policiais da cidade regulamentando-os também para todo o país. Nascia ali o que hoje é a nossa Polícia Civil.

O Rio de Janeiro sempre teve esse viés cosmopolita. Sua capital, Região Metropolitana e cidades do interior do estado emanam hábitos e costumes.

Desde os tempos de sede da monarquia lusitana até os dias de hoje, nossa terra é referência nacional, com sua pujança cultural e participação ativa nos mais importantes acontecimentos do país.

Em seus 210 anos de existência, a PCERJ honrou a magnitude inerente às suas responsabilidades, lidando com os grandes desafios que um estado como o nosso propicia. Agora, em mais uma missão, estamos contribuindo para que as forças da Intervenção Federal alcancem seus objetivos: a redução dos índices de criminalidade, que tanto afligem a população de bem, e o fortalecimento das Instituições de segurança deste Estado.

Temos muito orgulho dos quadros de nossa instituição bicentenária. Embora haja ajustes a serem feitos, a Polícia Civil sempre trabalhou e vai continuar trabalhar para o bem-estar da população, com competência, integridade e honradez.

Há muito o que comemorar por esses 210 anos. Parabéns a todos!

Salve a PCERJ.”